13 de out de 2006

Guerra dos mundos


Diferença grande de idade num relacionamento. Tema complicado, delicado? Bom, eu acho. Hoje em dia já nem é mais tabu um casal onde, à primeira vista, os parceiros mais pareçam pais e filhos. Ou, pior, avós e netos !! Rsssss... Mas, risadinhas maliciosas pelas costas ainda acontecem e sempre acompanhadas dos famosos comentários de golpe do baú.
Venenos à parte, eu nunca me encaixei bem nesse modelo. Nunca achei (E continuo não achando...) que um relacionamento assim possa frutificar. Pelo menos quando eu sou uma das partes envolvidas. Não me vejo namorando alguém que esteja ainda comemorando ter tirado habilitação de motorista, ou, no caso inverso, preocupado com a aposentadoria. Não, não estou sendo preconceituoso, nem maldoso e muito menos hipócrita. Mas, eu acho que, quando o choque de universos tão diferentes acontece, estilhaços podem machucar a todos. As preocupações e desejos são diferentes, o tempo de cada um funciona de acordo com lógica própria, os anseios são outros, a segurança está em níveis diferentes, assim como a auto-resolução. Isso sem falar em lembranças de épocas completamente diferentes, assuntos, gostos e amigos. Exagerando um pouco, eu não sei como seria conviver com alguém que não conseguisse rir das minhas piadas (Apesar de ser péssimo nisso!) por não entender o contexto da coisa. Ou quando eu me lembrar de um filme, uma música, uma festa, um acontecimento e a pessoa me olhar com cara de espanto, por não ter a mínima idéia sobre o que estou falando. Radical, eu? Bem, vou citar dois exemplos e depois parem para pensar...

* CENA 1 – Um quarentão, com seu namoradinho de 20 aninhos, sentado num Mac Donald’s, devorando um lanche, e, acompanhando o casal, os amiguinhos de cursinho do namoradinho. Assunto em questão: A última fofoca sobre o casamento da Britney Spears. Ou o último clip do Justin Timberlake;

* CENA 2 – Um garotão de 24 anos, acompanhando seu companheiro de 52, no jantar de comemoração de 30 anos de formatura da turma de faculdade do cinquentão. Traje social completo, mesa para 8 lugares, num salão com festa para 300 convidados, ao som de bossa nova. E sentado na mesa, durante o jantar, junto do casal, outros 3 casais héteros, onde todo mundo discute o casamento da filha de um, o batizado do neto do outro, a separação daquele casal que não foi no baile...

Got it? Sei que exagerei um pouco, mas, quis tornar mais evidente a situação e tudo que a envolve. É disso que tenho medo, e não de ser apontado na rua como um Tigrão de meia idade, ou um lolito espertalhão. Não critico muito menos recrimino quem encara de peito aberto um relacionamento assim, mas eu não embarcaria nesse Titanic. E se não sobrar um barco salva-vidas para mim?
“Ah, mas o que ele quer então?” vocês devem estar pensando (Além de estarem pensando também como fazer um bonequinho de vodu meu!). Bom, eu sou do estilo MAIS 5, MENOS 5. Estou com 32 (33 em dezembro), então eu flutuo no universo dos futuros trintões e dos futuros quarentões. Mas, enfim, o destino sempre prega surpresas, um dia posso ter que engolir cada palavra que acabei de escrever. Afinal, o amor tem dessas coisas, né?
Beijos!

11 comentários:

dennis disse...

OOOLa, amigo.E complicado tudo isso mesmo. Tudo que vc escreveu tem relevancia,mais o amor nao escolhe idade. Creio que quando e para acontecer acontece.
UM abraço.

9:51 AM
Menino G disse...

Cara eu sinceramente prefiro caras mais velhos, ja tentei namorar rapazes da minha idade e não deu certo. Mas com isso não quero dizer que gosto de velhos; tenho 18 e gosto de ficar com caras da sua idade de preferência.
Beijos adorei o post.

3:13 PM
wakko disse...

Ahhhh ... lendo a cena um e a cena dois só posso responder uma coisa. Depende... tipow depende muito da cabeça da pessoa. Conheço um pia de 20 anos (com cabeça de 16) que namora um cara de 30anos (mas cabeça de 20). As vezes pra mim é insuportavel ficar perto deles. sempre me atraem caras mais velhos ... RS RS RS ...acho que essas coisas dependem muito.

12:13 AM
RodrigoBrower disse...

A idade está na mente, sempre gostei de caras mais velhos, e nunca tive problemas, meu marido tem 10 anos a mais do que eu , e as vezes parece que eu é que sou mais velho, idade é muito relativo..;D Bjs...

2:28 PM
mariposo disse...

Minha situação com o mariposo e como a do Rodrigo com diferença que eu sou o cara de 40 anos e vai tudo bem poraqui ... Mas posso te falar que nunca gostei de trocar fralda kkkkk, quanto ao seu post para mim montra uma pessoa preocupada com o que os outros acham .. acho que não é por ai ... Solte-se ... viva seus sonhos ... e pau na bunda de quem não gostar ... bjs

4:21 PM
mariposo disse...

Para os bLoGAYrOz, sempre quando entro aqui é monte de coisas para ler, mas com tempo restrito sempre escolho o um post para ler, afinal são 20 pessoas igual a 20 blogs e não dá tempo .... Será que é assim que funciona !

4:28 PM
Renato disse...

O universo de cada um acontece com sua própria lógica, independente de idade,sexo, raça, credo, tamanho, largura e pressão atmosférica... Se você estiver esperando por alguém, cujo o "universo" funcione em sincronia com o seu, cara, isso é o mesmo que esperar que um príncipe adentre sua casinha montado num cavalo branco para te levar ás 1001 noites de sei lá o que!!! Tudo é diferente, tudo anda com ritmo próprio e cabe ao indivíduo respeitar o ritmo do outro seja na relação (seja ela qual for)... Se estas relações fosse definidas exclusivamente pelos motivos que você descreveu, então seria muito difícil encontrar amigos... Um companheiro então... Todos morreriam solteiros! Eu acredito sinceramente no contrário, acho que num relacionamento em que haja uma tal sincronia, e similaridade tem muito maior chances de fracassar.

4:44 PM
Jonatas disse...

Não acredito nessa coisa de diferença de idade. Já fiquei com caras mais velhos que tinham mentalidade pior que a minha. Que agiam como muleques que acabaram de se descobrir e/ou se aceitar. É complicado afirmar qualquer coisa nesse sentido mas acredito que os dois pensando igual não dá certo, tem que um pensar diferente do outro e, em caso de vivência diferentes, o menos experiente deve aproveitar e absorver ao máximo tudo o que puder. Afinal, um relacionamento também é para isso, não??? Grande abraço!

5:03 PM
Tônio disse...

Tenho 24 anos e namoro a três meses um de 46! Tah tudo bem por aqui, as vezes eu sou o mais velho em atiudes, sempre preferi os mais velhos, nunca fechei com os gurizinhus e seus papinhos, não que os papos sejam inferiores, entendo que seja os papos da idade, mas eu sempre me achei mais velho de cabeça, mas acima de tudo pra eu ter atração por alguém a primeira coisa é a pessoa ser mais inteligente do que eu, ela tem que ter muito a me ensinar, eu tenho que admirar, e isso não vejo nos mais novos. To atuando ali na faixa dos trinta pra cima! hehehe, adorei o post!!
Bjo,

Tônio

8:17 AM
cris disse...

Trintinha, eu discordo de vc, cara... Tipo, eu nunca passei por isso, mas conheço pencas de casais com uma estupenda diferença de idade, e o amor sempre venceu esse tipo de barreira...
Acho que vc foi um pouco infeliz na sua postagem.
Se vc mantivesse um relacionamento com um sessentão, por exemplo, querendo ou não querendo, com a convivência, vc iria se tornar mais parecido com ele e vice-versa... E essa questão de enontros com amiguinhos jovens de um e/ou velhos do outro, isso tira-se de letra. É lógico que pra isso deve-se ter um relacionamento maduro.
Abraços!

11:20 AM
Silverboy disse...

Nossa adorei o post! Outro dia desse estava pensando nisso, que sempre gostei de rapazes mais novos e que isso vinha mudando. Na verdade sou eu que estou envelhecendo e procurando pessoas que estejam passando pelas mesmas coisas. (Se bem que meu namorado tem cara de 17 apesar de ter 20 hehehe) Claro existem casos e casos, como o do quarentão no Mc Donalds da cena 1, se ele estiver acompanhado a conversa ótimo e às vezes também o garotão de 24 da cena 2 adora bossa nova.
:*

6:38 PM
 

©2009BLOGAYROZ | by Foxx