20 de ago de 2006

E para não dizer que não falei de Renato Russo

O blogayro Aries fez uma feliz citação ao Renato Russo em seu primeiro texto aqui no blog. E, por coincidência, tenho nesse artista um ícone. Não um semi-deus, como alguns fãs pintam. Admiro-o por ser extremamente inteligente, dono de um senso de humor sarcástico e duro, muitas vezes.

Lembro da minha adolescência, quando repudiava qualquer música da banda e ele em carreira solo, nem pensar. Eu me irritava com a canção La Solitudine, que tocava em todas as rádios do Brasil. Passou o tempo e eu fui colocado no mundo da Legião Urbana com a canção A Via Láctea. Com relutância entrei e comecei a gostar.

Daí Renato Russo morreu. E eu fiquei triste. Mas, como ficar triste por alguém que para mim não era nada importante? Aí que eu acordei e vi que eu era mais um legionário. Comecei então a ler a poesia do Renato. Comecei a me detestar por um dia ter odiado o poeta. Entendi que ele quis cantar La Solitudine como forma de homenagear, não querendo plagiar, como eu pensava.

Então comprei todos os cds da banda e da carreira solo dele. E percebi o crescimento musical e poético do grupo e passei a usar alguns lemas do autor. Não vou elencá-las para não correr o risco de ser prolixo, mas vou citar um dos meus preferidos, um trecho da canção "Esperando por mim", que diz:

Digam o que disserem
O mal do século é a solidão
Cada um de nós imerso em sua própria arrogância
Esperando por um pouco de afeição

E hoje, sempre que bate aquela nostalgia, ouço algumas canções, relembro a banda e vejo que cada vez mais pessoas gostam de Legião Urbana e suas letras por vezes atemporais. Teremos em Renato Russo um "John Lennon" e na Legião Urbana um "Beatles", em versão brasileira?

by Posted by Picasa

3 comentários:

Eduardo disse...

Como eu comentei no post do Áries, não sou fã do Renato Russo, mas não o odeio. Suas letras, quando as leio, são bonitas mesmo, mas acho que el não irá se tornar um ídolo para mim.
E pode vir com piadas do Tiririca, Gugu & Cia!!!! Que eu devolvo com Calypso, Faustão e uma fita cassete (que velho...) com os discursos de políticos!!!! ahahahahahahahahahahahahhahahahahhahahahahhahaha... cansei...
Abraços! E não precisa agradecer, pois eu é que tenho que fazer isso, Muito Obrigado!

3:15 PM
Rodrigo Brower disse...

Como eu disse do post do Aries acredito que o Renato tinha muito inspiração é era um grande poeta, mas se perdeu nos caminhos tresloucados do saber. Só ter as respostas não adianta, temos que torná-las realidade. Bjs

6:38 PM
Menino G disse...

Cara, concerteza. Sou louco por Renato, quando ele morreu eu ainda era pequeno, tinha apenas 8 anos e era um alienado, mas graças a Deus meus irmãos mais velhos me ensinaram a amar o Renato.Agora, sobre o que Rodrigo disse,acho que se perder é necessáriio,como nos versos de Florbela Espanca: "que eu saiba me perder pra me encontrar". Renato antes de tudo é uma pessoa como todos nós e eu não o culpo por suas escolhas, quando ele soube muito bem reconhecer o que fez de errado.

1:59 PM
 

©2009BLOGAYROZ | by Foxx